13Maio2021

EDITORIAL 2008

  • PDF
INFLAÇÃO X SALÁRIO DO TRABALHADOR.
O acumulado da inflação do Índice de preços ao Consumidor (INPC do IBGE), somados de janeiro a dezembro de 2007, chegou a 5,16. Valer lembrar que para as negociações do sindicato ainda falta 5 meses poder ser que aumente mais um pouco ou não.


A alta da inflação, registrada no mês de dezembro com índice de 0,97% faz com que os salários dos trabalhadores fiquem mais achados. Segundo o (CAGED), Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho mostram que, em Belo Horizonte a taxa media foi de 54,3 no ano de 2007. No ranking do Caged, da capital, sozinha, foi a que mais gerou posto de trabalho em Minas (55,4 mil) e a única cidade mineira que apareceu entre as 50 que mais empregaram no país. Ela esta acompanhada de seis outros municípios da região metropolitana, como Betim (10,1 mil), Ipatinga (4,2 mil), Nova Lima (3,5 mil), Contagem (3,1 mil), Itabirito (3 mil), e Sete Lagoas (2,5 mil).

O total de empregos gerados na grande BH no ano passado, entretanto, foi inferior ao saldo de 2006.Desocupação atinge nível mais baixo de toda a serie. Reduziu-se a pressão no mercado de trabalho. Em dezembro de 2007 a taxa de desocupação foi estimada em 7,4%, atingindo, portanto, o menor nível desde o inicio da pesquisa. A media anual da taxa de desocupação para 2007 foi estimada em 9,3%, outro recorde da serie. Mostra que a seis capitais pesquisadas mostra que o nível desocupação caiu investigada pela PME, em 2007, e suas variações percentuais em relação aos outros anos serie. Isto que dizer que cresceu o numero de contribuintes para previdência.

O contingente de trabalhadores contribuindo para previdência era de 61,1%, em 2003, e aumentou para 64,1%, em 2007. As estimativas para a população ocupada que contribui para a previdência revelam que, tanto no ultimo ano quanto na comparação com 2003, houve uma expansão superior a da população ocupada. Cabe lembrar que, entre 2003 e 2007, o numero de pessoas ocupadas aumentou 11,9%, e, como mostra nas seis capitais pesquisada, como Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre, entre aqueles que contribuem para a previdência a variação foi de 17,3%.

Apesar da visível recuperação do rendimento da população ocupada nos últimos três anos, ainda não foi retomada o poder de compra do rendimento do trabalho da população em relação a 2002 .

Fonte: CAGED; Fund. João Pinheiro; IBGE